E saí o cartaz do Gato Fedorento

Estamos num país onde os brandos costumes são prática corrente e onde a indignação e manifestação pública são consideradas exageradas.

É surpreendente a forma como a câmara de Lisboa aceita pacificamente o cartaz do PNR, mas quando os Gatos se manifestaram contra o mesmo e diga-se de forma genial, a câmara rapidamente se prontificou a retirar o cartaz do marquês. Mostra bem o respeito que se tem pela opinião das pessoas, que pelos vistos não vale nada, mas por outro lado se se for um partido… (aliás será que o PNR tem tantos membros quantos os 4 gatos?)

Os políticos portugueses vivem com uma noção muito errada da realidade. Vivem num casulo de poder e aplicam as suas ditadurinhas conforme os gostos. Em todo o caso já se percebe que depois do programa sobre Salazar, o próximo programa dos gatos vai ter alguma rábula sobre o Carmona Rodrigues num escadote a tentar retirar o cartaz dos gatos fedorentos.

Anúncios

Uma resposta

  1. Como admirador dos Gatos ficaria muito feliz se eles fundassem um partido político para “legitimar” a recolocação do cartaz e calarem a boca aos hipócritas. Ou será que não há por aí nenhum partido, ou vários, quem sabe, que queira dar uma mãozinha?

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: