Zune 2: O concorrente do Nano.

laggos_276103125290.jpgA Microsoft é cheia de secretismos e isso nota-se até quando quer anunciar o novo Zune. Primeiro fala-se com os jornalistas dia 2, proibindo que se divulgue alguma coisa até dia 3. Ainda por cima quando por causa da FCC todos sabem antes o que é o misterioso produto. Ora ou se faz um anúncio do produto novo ou não se faz. Desta forma não se tem um evento e o buzz que se poderia criar em torno do produto é menor. (Hora de meter a Apple neste post) A Microsoft tem muito que aprender com os lançamentos de produtos por parte da Apple.

Bem, mas então vamos lá falar do produto:

Como todos já sabiam há agora Zunes baseados em Flash e Zunes com disco rígido. A ideia é alargar a gama e tentar concorrer em mais vertentes do mercado. Assim a versão Flash vai ter versões de 4 e 8 Gb enquanto a versão HD vai levar 80Gb (Será o mesmo disco que equipa o iPod classic? Era altura para falar novamente da Apple).

Quanto a preços, estas novas versões vão custar 149$ para os 4Gb, 199$ para o de 8Gb e 249$ para os de 80Gb.

Para além disso parece também que os novos Zunes vão embarcar na venda de música sem DRM, tal como faz a Apple e mais recentemente a Amazon. Há barcos que não se pode deixar de embarcar. Qualquer dia a Microsoft até vende linux (esperem lá, ela já vende não vende, via Novell?). A loja do Zune vai passar a vender música livre de DRM o que não deixa de ser irónico pois em Fevereiro a Microsoft literalmente insurgiu-se contra a “estupidez” que foi o Steve Jobs defender a música sem DRM. Ironias à parte isto é uma boa notícia sendo que a loja deve começar com cerca de 1 milhão de músicas.

Como eu temia, o Wifi do Zune continua a ser uma treta, muito embora permita agora sincronizar via Wi-fi os conteúdos do leitor de forma a garantir que se tenha sempre os últimos podcasts, por exemplo, no aparelho. Para além disso apresentam também uma espécie de controlador/clickWheel/touchpad que permite que o utilizador deslize os dedos pela sua superfície em vez de ter que clicar no controlador.

Quando se olha para o resultado de tanto secretismo por parte da Microsoft e se vê os resultados percebe-se que a empresa de software está um pouco perdida e não sabe muito bem como lidar com este tipo de mercado. Assim o Zune 2, com estes preços, não tem mesmo nada de novo para mostrar. Move Along…

Anúncios

3 Respostas

  1. Muito bom, parece-me bem melhor que o Ipod, e a sincronização wireless uma maravilha

  2. Para ser melhor que qualquer iPod nunca poderia ser da M$.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: