Estatísticas da Net

Há uma forma de fazer estatísticas que passa pelos famosos paineleiros… nunca fui adepto deste tipo de estatística porque todos os que as fazem se assumem como pretendentes a referência no mercado e mais ainda, únicos fiáveis.

Ainda para mais porque a criação deste tipo de painéis obriga a:

1º Chatear pessoal pelo telefone. (o que só por si obriga uma pessoa a ter telefone, os que não tem telefone não são paineleiros)

2º Instalar software de monitorização nos computadores das pessoas? Devem estar a gozar comigo. No meu computador ninguém toca. Porquê? Porque não confio em si, ponto final.

3ª Serão os paineleiros pagos para pertencer ao painel? Se sim que tipo de utilizador é que aceita? Ou será que os utilizadores nem sequer são informados e o software paineleiro funciona como rootkit?

Ora, o que eu gostava de perceber é como é que as empresas de estatísticas dizem ter numa amostra representativa quando obviamente as pessoas minimamente responsáveis pela utilização do seu computador se vão recusar a instalar qualquer software de monitorização? Vão as empresas que depois compram esses serviços perceber que afinal o tal mercado representativo é o chamado representativo para aquela amostra apenas?

Na internet, na vida e nos negócios, quando alguém se apregoa ter o sistema perfeito de referência do mercado normalmente quer dizer que já está ultrapassado. Da mesma forma como a utilização de palavras “Primeiro Isto”, o “Mais Completo” ou “Oficial”. Ninguém acredita neles, mas a verdade é que todos continuam a utilizar estes jargões.

%d bloggers like this: