10 Razões pelas quais odeio a Microsoft

Agora que não tenho que viver com eles até os aturo, mas quando se chegam perto fico assustado. Porque é que eu não gosto da Microsoft? Aqui ficam as minhas 10 razões para odiar a Microsoft:

10. User experience.
E quando falo de user experience não falo da minha, que sempre me soube orientar nos computadores, falo dos outros utilizadores Microsoft que ao não conseguirem dar com caminho se viravam para mim para os ajudar. Vivi com os OS da Microsoft desde o 3.11 (antes usava o DR-DOS) até o XP. Ou seja… entre 1992 e 2002. 10 anos de desespero sempre a pensar quando seria interrompido por alguém a pedir ajuda para imprimir uma carta.

9. Os blue screens of death.
Não é preciso falar muito sobre este assunto. Durante muito tempo foi preciso fazer reboot a cada 2 horas. Uma vez por causa da lentidão, na vez seguinte por causa do freeze geral. Com o Windows Vista parece que a Microsoft resolveu este problema e adoptou o freeze como padrão.

8. Standards, quem?
A forma como aldrabaram a implementação dos standards da W3C fazendo com que metade dos sites existentes na internet tenham que ter hacks nas folhas de estilos para funcionarem, ou então voltamos todos a utilizar tabelas.

7. Faça o seu site no Word.
Ainda relacionado com o ponto 8, a forma como o Word exportava documentos para a Web. Escrevia-se um documento de 500 caracteres e ficava-se com um página com 200kb de tamanho. Quantos sites há por aí feitos no Word?

6. O utilizador é burro.
O pressuposto de que o utilizador é um burro incompetente, exigindo sempre que tenha que confirmar todas as operações a fazer, desde o inserir a disquete a mandar um fax, é uma das maiores afrontas dos OSes da Microsoft. A responsabilização do utilizador pelo “clique aqui para aceitar” mostra a incapacidade da empresa em perceber de ergonomia e usabilidade.

5. Administrador ou User limitado?
O Windows durante muito tempo era simplesmente impossível de utilizar se não fossemos administradores. Agora está impossível de utilizar, ponto.

4. Formatar, formatar, formatar
De 3 em 3 meses era preciso formatar o disco e começar de novo, sempre na ilusão de que o OS ia ficar rápido. Para além disso durante 10 anos foram várias as vezes que tive que formatar o meu computador e pude verificar por experiência própria que com o mesmo computador e o mesmo CD de instalação, nunca o Windows se instalava da mesma forma.

3. Steve Balmer.
Embora seja um tipo divertido, que manda umas bocas porreiras, tem uma atitude de cão de fila. Não quer saber dos seus utilizadores, nem dos muito bons, e está permanentemente na posição de quem é superior a tudo e todos. Não consigo suportar as suas sucessivas campanhas contra o open souce.

2. “Você recebeu um postal virtual”
Ligar o computador à internet era uma aventura. Se um utilizador zeloso podia evitar os maiores perigos com algum cuidado, emprestar o computado por alguns minutos a um amigo era sinal que o teríamos que formatar de novo.

1. E agora? Quantos vírus tens?
Bem… isto era a cereja em cima do bolo para matar qualquer tentativa de acabar o dia em paz.. Um pessoa pensava que ia desligar a máquina e “uma sirene” avisava que havia mais um maldito ali perdido. Uma pessoa teria que passar mais 2 horas perdido entre ficheiros, antivírus, adware removers e registry cleaners… Era bom não era… uma pessoa até tinha medo de olhar para o computador.

Felizmente durante todos esses anos… minto, foi apenas depois de 93, tive contacto com Linux (Slackware), com um Macintosh LC e uma shell num IBM S/390 da universidade (grandes noites). Foi a forma de ir mantendo a sanidade durante esses anos de travessia do deserto.

Bem, estes são apenas alguns glitches que sempre tive com a Microsoft. Há mais! Como todo o FUD sobre o linux, ou a forma como se impuseram e impõe a governos, como o português. Coisas boas da Microsoft? A minha decisão de não tocar em computadores com o Vista. Isso tornou-me um nabo no assunto e portanto as pessoas pararam de me pedir ajuda…

E tu? Odeias a Microsoft? Apenas odeias o Windows? Quais são os teus piores pesadelos com os vários OSes por onde passaste?

Ver ainda:

Windows Vista Grátis…

16 Respostas

  1. Tenho que confessar que não sou grande adepto deste site. Mas, contudo, dou o braço torcer quando vejo um post de jeito.

    devias fazer as 1001 razões, 10 não chegam

  2. Concordo e subscrevo.

    Durante 4 anos trabalhei com uma máquina IBM AS/400 (modelo 820), e este sim era um sistema do melhor.
    Corria em simultâneo o sistema operativo da IBM (i5/OS), um Suse Linux Professional 8 (pré Novell) e um Windows 2000 (estranho não?).

    Era uma máquina que não conheceu um virus (pudera), corria uma base de dados IBM DB2 que em 2004 já andava nos 9 Gigas, alojava o CRM e ERP da empresa e nunca nos deixou mal (o Hardware também ajudava).

    Curiosamente a mesma empresa tinha um NT 4 SP6 que era o servidor de ficheiros e de correio electrónico (Exchange) e nem vou dizer os pesadelos por que passei.
    Após muito sofrer migrei as aplicações para o AS/400 e não tive mais chatices. Mais, em 4 anos a máquina foi reiniciada uma vez e porque tivemos de mudar o equipamento para outra sala. Mudei discos sem desligar a máquina (hotswap), etc, etc.

  3. .dscape,

    Eu tenho que confessar que o teu não conheço… mas tens todo o direito de não gostar do Sixhat Pirtate Parts… é pá… felizmente há quem não concorde com o que faço senão isto seria uma chatice…

    Quanto às 1001 razões… a microsoft não é assim tão importante e já passei essa fase da minha vida. Felizmente.

  4. hehehe. Na minha opinião

    10- Esta razão é parcialmente valida. A M$ sempre esteve na vanguarda dos interfaces dos utilizadores, e por isso ditou sempre esses padrões de evolução. Recentemente espalhou-se ao comprido com o Office 2007, quebrando uma regra basica na interacção homem maquina, a existencia uma forma comum de utilização. O office 2007, destruiu isso, pois coisas que eram feitas sempre da mesma forma ao longo de todos os offices, ja não são no 2007. A m$ vai pagar bem caro á custa disso.

    9- Já não são tantos mas existem. A m$ atira a culpa para o hardware com bugs. :P

    8- Embrace, expand & extinguish. Adicionam extensões aos standards existentes e uma vez tomada a quota lider de mercado, criam um novo standard totalmente incompativel com o geral. Esta tactiva é usada ha anos com o caso mais recente nos standards XML. É incrivel como ainda ha gente confusa acerca das verdadeiras intenções deles neste ponto. Que recebam luvas para lamber as botas á m$ é uma coisa, que os apoiem incondicionalmente, com uma ingenuidade estupida, é outra coisa completamente diferente.

    7- Salto para o ponto 10.

    6- A maior parte dos utilizadores sao burros e a m$ explora a burrice deles. O windows é uma droga que cria dependencia na informatica.

    5- O modelo de segurança do Unix e derivados tem 40 anos comprovados. O modelo do windows tem pouco mais de 10 e sofreu valentes marteladas ao longo do tempo, cuja utilidade é bastante duvidosa. Isto para nem sequer falar na reputação.

    4- Junta o reiniciar a isso. :) Por diversas razoes, o Windows nunca conseguira uptimes que rivalizem com linux, quanto mais com BSDs.

    3- É o exemplo acabado do capitalismo podre norte americano. Um homem so diz mentiras e mistura-as com verdades, finge que sabe qual vai ser o futuro da informatica (nem ele nem o primo Bill sabem, pois ja perderam essa corrida ha muito) e como todo o bom capitalista podre, nao tem vergonha nenhuma na cara. Acho que os processos das Empresas open-source deviam ser dirigidos directamente a ele por difamação dos produtos baseados em Linux.

    1 e 2 tem tudo haver com o 5 misturado com o 8. É uma factura que se paga por anos de incompetencia a atirar postas de pescada para o mercado, vendendo banha de cobra

  5. 10. User experience – Vitima das massas. Obviamente que os utilizadores Linux e Mac nao sofrem tanto disto porque escolhem a plataforma (ate so o facto de SABEREM que existe outra ja os diferencia) mas ha muita gente que nao sabe o que e um OS ou que ha mais que o Windows

    9. Os blue screens of death – nao creio que isto seja 100% culpa da MS. Ha por ai muita motherboard made in china por 5US$ que nao tem as minimas condicoes de estabilidade (e quem diz isto, diz DIMM’s, placas graficas, etc). Ha problemas no codigo da MS, mas ao fim de tanto tempo, ja maturaram a codebase o suficiente para os BSODs serem, na larga maioria, problemas de hardware e drivers third-party do que do proprio OS

    8. Standards, quem? – Ah pois e… filosofia da MS: “Embrace, Extend, Exterminate”

    7. Faça o seu site no Word – muita gente nao ve problemas em fazer isto, e pra muita gente esses sites servem. Infelizmente, o user normal nao ve o problema em ter 500 palavras a ocupar 200Kb num site… :(

    6. O utilizador é burro – nao quero ser chato, mas a maioria e de facto burra.

    5. Administrador ou User limitado? – os programas 3rd party habituaram-se a correr todos como Admin e vai levar algum tempo ate isso mudar…

    4. Formatar, formatar, formatar – infelizmente ainda verdade, mas o meu XP ja se aguenta quase 1 ano sem isto! w00t! se calhar pq nao instalo muita coisa…

    3. Steve Balmer – ya, se eu fosse Rei este era dos primeiros a se encostar a parede para ser fuzilado (junto com o Paulo Portas e o Claudio qq coisa da Fatima Lopes)

    2. “Você recebeu um postal virtual” – eu nao curto “emprestar” o PC a ninguem (chamem-me o que quiserem) :)

    1. E agora? Quantos vírus tens? – pois e, muito mau. Este aspecto nao melhorou nos ultimos anos, Mas se te mantiveres fora de sites “dodgy”, usares o Firefox e um firewall decente (olha, uma box velha a correr Linux dedicada a isso) nao tens problemas de maior.

    A MS e vitima do seu sucesso. Eu nao lhes desejo mal, mas acho que francamente fizeram mas escolhas no passado e estao ainda hoje a sofrer com a retrocompatibilidade com as mesmas. No entanto, e muito complicado suportar TODO o espectro de hardware por ai fora e nao ter problemas… muito mesmo. Isso e algo que a Apple tem facilitado.

  6. Mas a culpa do utilizador ser burro não será do sistema operativo também não ser muito “inteligente”?!

    Eu subscrevo estas 10 razões. Por isso é que, à uns 7 meses, mudei de vez para GNU/Linux. Já o tinha tentado fazer em 2001, mas na altura foi bastante complicado, fruto dos poucos conhecimentos que tinha e do pouco tempo que podia empregar a ganhar os conhecimentos que necessitava. Agora, é Debian sempre a bombar! :D

    Há outra coisa que não foi mencionada e que vou aqui mencionar. Quando parte do código fonte do Windows 2000 foi “leechado” da Microsoft, descobriram-se verdadeiras pérolas, como um comentário em que o programador dizia não saber para que raio servia aquela função, ou aquele em que dizia que não sabia se o utilizador conseguir ter privilégios de escrita e/ou leitura. Havia mais pérolas, algumas bem maiores, mas foram estas que me ficaram na memória. Com coisas destas, como é que se pode confiar nos sistemas operativos dessa empresa?

  7. @Alex

    Quanto à razão 10 não concordo, até acho que é mais ao contrário: os elementos básicos da interface foram desenvolvidos no Mac (e, em menor escala no X) ainda nem sequer havia Windows, p.ex.: O Recycle Bin e a barra de tarefas apareceu no Mac logo no início quando os PCs corriam o DOS…

    @Bruno

    Quanto à retocompatibilidade da M$, é mais uma “vaca leiteira”, olha o caso da Apple, com as mudanças do Motorola 68K para o PPC e depois para a plataforma Intel, ou o caso do Linux, com a mudança da libc5 para a glibc, que originaram incompatibilidades com tudo o que estava para trás, obrigando os programas a serem re-escritos e até mudanças de hardware. Não deu lucro no imediato mas a maior prazo teve muito melhores resultados que andar com as velharias às costas.

    O suporte de harware é outro mito… isso é virado do avesso: não é a M$ que tem que suportar os fabricantes de hardware, mas o contrário. A M$ só tem que publicar decentemente as APIs e os fabricantes de hardware de fazer os drivers, mas como a M$ cobra forte e feio e ainda exige exclusividade… enfim gananciosos

    @David Rodrigues

    Parabéns pela passagem a um “estado superior”… Pode ser que um dia eu tb consiga :)

  8. @Pedro Ribeiro

    Tens razao quanto aos drivers WHQL serem caros, de facto a ganancia da MS nao tem limites. :)

    Mas quanto a retrocompatibilidade, a MS nao pode abandonar todo o software com uma alteracao radical. Era bom pra eles, mas nao faz sentido em termos de business. A MS trata muito bem os ISVs a volta dela, e com isto era um pesadelo atura-los. Ja o SP2 do XP foi o foi com as queixas de programadores a terem que alterar coisas, quanto mais mudar TUDO.

    O caso da Apple e mais simples, porque nao tem nem um milionesimo do software disponivel que a plataforma Windows. Isso e bom, porque possibilita alteracoes radicais como as que referiste. Mas garanto-te que com o crescimento da plataforma como tem andado ate agora, vai ser complicado fazer algo do genero novamente no futuro…

  9. Eu não concordo e ainda bem que não concordo, porque é sempre saudável e desafiante existirem outras opiniões.

    10. User experience.
    A Microsoft teve a capacidade de nos habituar com o seu (UI) User Interface. E fruto do hábito, todos nós, mais ou menos bem, fomos obrigados a viver diariamente com esse UI por não haver (ou não ser devidamente conhecido) outros. A Microsoft investe muito do dinheito que ganha em estudos de ergonomia e utilização. Os números não mentem e salvo erro (não tenho os dados rigorosos à minha frente existem legalizados mais mil milhões de Windows.

    9. Os blue screens of death.
    O Bruno apresentou um argumento muito válido. Muitas vezes o hardware é pouco estável e sujeito a erros, como tudo o que os humanos produzem. Errar é humano e até os senhores do Linux erram … e até entram em “Kernel-Panic”. Blue screens e freezes existem em todos os sistemas operativos… Quando há um que suporte milhares de hardwares diferentes sujeita-se…

    8. Standards, quem?
    Meia verdade. BTW: Já desenvolvi muito e sempre tive problemas de compatibilidade no Firefox, no Opera, no Internet Explorer e no Netscape… E cada um comporta-se à sua maneira, com as suas “manias” e interpretações face ao standard.

    7. Faça o seu site no Word.
    A história é engraçada… nunca a tinha visto. Também não conheço ninguém que profissionalmente utilize o Word para fazer páginas… Desculpem-me o tom jocoso mas se esta é uma razão para não gostar do Windows… parece-me muito fraca.

    6. O utilizador é burro.
    O utilizador não é burro… é especializado para aquilo que está formado. O pessoal que escreve neste blog parece-me formado para perceber de OSes… mas não percebem nada de contabilidade, finanças, marketing, engenharia civil, engenharia aero-espacial, engenharia genética… Nós somos assim os outros burros. Enfim concordo … todos os utilizadores são burros.

    5. Administrador ou User limitado?
    Parece-me ser uma excelente política de segurança e de estabilidade da máquina que os utilizadores Administrator ou root sejam aqueles que a podem gerir, instalar software, updates, etc… Não entendo este argumento…

    4. Formatar, formatar, formatar
    Concordo em parte, embora me pareça ridículo ter que instalar de 3 em 3 meses… Mas sim, os sistemas operativos da Microsoft deveriam evoluir mais neste aspecto embora me pareça uma crucificação do Windows pelo rapaz que era chateado pelos pais, amigos, tios, avós, sobrinhos, vizinhos que tinham Windows e que eram burros.

    3. Steve Balmer.
    Uns caçam com cão, outros com gato, outros com pinguins! Mas acredita que há pinguins muito fundamentalistas…

    2. “Você recebeu um postal virtual”
    Este ponto é muito parecido com o ponto 1. Windows está para oceanos como Linux para lagos. Os vírus são como os peixes … Onde é que existem mais peixes… e tubarões?

    1. E agora? Quantos vírus tens?
    É só tubarões… mas cuidado com as piranhas.

  10. A MS podia ter “abandonado” e teria sido a sua salvação.
    Não quis acreditar e a prova está à vista.

    A Apple pode ser exemplo. Tendo um pouco mais do que o “milionesimo do software disponivel que a plataforma Windows” fê-lo mesmo estando em causa que as principais aplicações usadas nas suas máquinas tinham de ser actualizadas. Casos da Adobe, aplicações Áudio e Vídeo que eram e são o “seu forte”.

  11. Pelo contrário, o Steve Ballmer é uma das razões que me levam a gostar da Microsoft.

    Ainda há pouco tempo alguém perguntava: “Se tivessem oportunidade de sair com o gestor de uma grande empresa de tecnologia, quem escolheriam?” A resposta unânime de todas as pessoas foi Steve Ballmer.

    Tem um estilo único que o leva a ser adorado ou detestado. Pouco têm coragem para fazer o que ele faz. Força, Ballmer! ;)

  12. @Carlos Duarte

    >Ainda há pouco tempo alguém perguntava: “Se tivessem oportunidade de sair com o gestor de uma grande empresa de tecnologia, quem escolheriam?” A resposta unânime de todas as pessoas foi Steve Ballmer”

    Exacto, cada um escolhe o que quer e cada um tem as suas razões… eu do senhor Ballmer não tenho razões para gostar e não é o que “uma resposta unânime de todas as pessoas” diz que me faz pensar de forma diferente. Eu penso por mim. Não gosto dele. Ponto.

    @El Duke

    Rebates ponto a ponto as Minhas razões mas quer isso dizer que são essas mesmas as tuas razões para gostar? Eu não vou apagar a minha vida e aquilo que passei com a Microsoft. Como sabes já estive em vários campos (MS, Apple, Linux…) e as razões que apresentei são da minha experiência… não são regras para ninguém. Acho que cada um usa o que quiser, como quiser. Felizmente não tens que concordar nem discordar ou ser indiferente. Terás as tuas razões para o que escolheres.

    –//–

    Uma nota sobre o ponto 6. O utilizador é burro.
    Eu não digo em lado nenhum que o utilizador é burro, digo exactamente o contrário… acho curioso que alguns defendam que o utilizador é “de facto” burro para defender a Microsoft.

  13. Uma nota final, no meu caso – eu nao “odeio” a Microsoft. Eu uso o que tiver a mao. Apesar de ser grande fa do Linux e FreeBSD (raio, ate do HaikuOS) uso muitas vezes o Windows porque… calha.

    Acho, como o Steve Jobs (embora nao goste especialmente dele), que e lamentaval a MS nao ter gosto. Nao fazem as coisas para motivar pessoas, para as atrair, nao despertam o brilho nos olhos que os zealots Linux e Mac tem. E isso e triste, porque tem certamente o manpower para isso.

    Ou seja, acho a MS uma empresa triste, que ja nao quer inovar porque esta cansada de mais com o proprio tamanho. Mas nao a odeio, e acho que a evolucao natural e de que os seus produtos sejam cada vez melhores e mais estaveis (XP, pessoal?).

    Mas nunca hao-de despertar o tal brilho nos olhos nos utilizadores…

  14. Pedro, esqueci-me dessa parte historica, em que o roubo de ideias sempre foi o forte da m$. Claro que uma vez roubadas e bem aplicadas, sao prontamente deturpadas para criar incompatibilidades com o que existe, e não é da m$.

    Bruno,

    Quanto ao steve ballmer eu tirava esses tres e adicionava a companhia dele 99.99999999999999999999999999999999999% do jet set portugues. Um genocidio é certo, mas moralmente justo :P

  15. […] insistência em lançar softwares incompletos que estressam seus usuários e mais no mínimo outros 10 motivos para odiar a Microsoft, agora a turma do Bill Gates vem com essa: eles distorcem resultados da busca do MSN para fazer com […]

  16. Amigo você diz que odeia a Microsoft, eu também odeio Bill
    Gates. Porém a época em que você mexia com informática era a idade da pedra!
    Nenhum SO supera o Windows XP! Meu computador é um velho pentium 4 512MB de RAM. Me desculpe você mexia com lixo e não com o XP.
    A primeira vez que tive contato com um computador foi em
    1997, um pentium 2 pouca memória e uma decepção total.
    A conexão com internet era uma bosta!
    Fiquei com nojo de computador e disse ao meu irmão: bicho dentro de uns 10 anos, eu não iria por a mão em computador.
    Realmente foi o que fiz, não valia a pena em minha opinião.
    Só em 2007 foi possível adquirir um computador mediano IBM PENTIUM 4 SO Windows XP, nunca me deu dor de cabeça e vou continuar com ele até 2014!

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: