Andam todos a falar dos Spaces?

Bem vindos ao mundo que o pessoal do Linux já conhecia há anos.

8 Respostas

  1. Deixa lá. Se fosse a M$ a lançar os Spaces, qualquer dia fazia disso uma patente, e depois acusava a malta do Linux de quebrar a patente, e fazia ameaças e tudo. Agora estamos a falar da Apple, pode ser que o Steve Jobs até tenha a coragem de admitir de onde lhes veio a ideia.

    Um comentário à parte: se os Spaces não impressionam pela novidade, já o Quick Look está um espectáculo.

  2. devo de estar “dahaaaaaa” :$ de que Spaces estão a falar ?

  3. esquece já vi o que estavam a falar :P caraça é com tantos “spaces” uma pessoa baralha-se… (sorry)

  4. Não é apenas por causa dos desktops virtuais, que o OSX já tem há anos com o Virtue ou o DesktopManager (para referir apenas 2 programas do género).

    A novidade (pelo menos para mim) é a implementação do conceito de uma forma diferente.

  5. O divertido é que antes disto, diziam que desktops virtuais não faziam falta. Agora são melhor que pão às fatias.

    A fase seguinte da negação é: “Ah, mas este está bem feito. Os de linux não são usáveis.”. Ao que tem que se responder: “Usem antes de falar. Os desktops virtuais de compiz-fusion, que foram lançados antes do Leopard, já fazem coisas que só se vão ver no próximo felino.”

  6. e antes do Linux qualquer UNIX ja os usava ha anos… been there.

    Pedro Cardoso, tb o windows tem aplicacoes q gerem desktops virtuais ha ja bastantes anos. aqui a noticia e’ q vem de raiz no pacote do OS.

  7. Portanto, o costume:

    Uma ideia antiga, dos tempos do UNIX, é re-descoberta pelo pessoal do Desktop e é uma coisa “do best” :)

  8. Ah… e os Tabs no Terminal? Isso então é que é um substituto do GNU/Screen

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: