Sobre o Google Pagerank

Um dos problemas com a forma como o Google gerava tráfego para os sites era que obrigava os donos dos mesmos, fossem bloggers, ou não, a escrever pensando mais nos incoming links e na classificação do google, do que propriamente a escrever para a comunidade.
Tentar construir uma comunidade em torno de um produto ou ideia continuava a ser importante mas de dimensão muito menor quando comparado com os milhares de hits que o tráfego do google podia trazer. Assim todos desenvolviam e escreviam para o Google em vez de escrever para os seus leitores.

A recente mudança nos critérios do Google e consequente penalização de alguns sites mostra a fragilidade desse modelo e a premente necessidade de voltar a escrever para a sua comunidade e para os seu leitores mais fieis.

Naturalmente que o modelo de negócio desta forma será afectado, mas curiosamente aqueles que mais protestaram com as alterações foram aqueles que melhor se tinham adaptado à lógica de escrever para o Google e não para a comunidade que os suporta.

As alterações ao Pagerank podem e devem acontecer, a meu ver até com mais frequência por forma a evitar a criação de modelos de negócio estanques. Isto vai obrigar que a medida da “reputação” de cada site seja feita de outra forma que não a dos incoming links, se calhar com conteúdo de maior valor para o leitor, não procurando disparar em todas as direcções.

Os 100.000 hits dia desaparecerão em muitos casos… mas isso é bom sinal. Serão distribuídos por outros sites. Será a cauda longa a esticar-se, o que evitará a monopolização por parte de alguns.

Claro que sempre haverá quem se adapte melhor ao novo jogo e vá escrever e produzir conteúdos adaptados a esta nova realidade. Muito provavelmente serão até os que agora se queixam aqueles que mais continuarão a usufruir dos novos critérios do google … até que estes sejam mudados novamente.

Artigos Relacionados:

MP3: Procurar música no Google

Uma resposta

  1. Achei interessante o post mas fiquei um pouco perdido:

    1 – Referências para as as alterações
    2 – Poderias explanar um pouco sobre como se fazia conteúdo para o Google e não para as pessoas?

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: