Certezas…Jamais…

Como é possível o ministro Mário Lino continuar como ministro das obras públicas quando é o alvo da risota, já não pelas costas, mas sim na sua frente nos locais onde aparece em público?

É que já não é uma questão de chacota. É uma questão de descrédito completo, porque tudo o que ele disser publicamente está comprometido de seriedade. E estando comprometido, como pode um ministro ter condições de continuar em funções, por mais sérias que sejam, desta vez, as afirmações?

Advertisements

Uma resposta

  1. Essa do “Jamais” tem muito que se lhe diga… Ora voltem lá a ver as declarações do Jamais no respectivo contexto e não apenas o “Alcochete….jamais” e vejam de quem é a culpa da polémica.
    O ministro disse algo como “os ambientalistas com quem tenho falado têm-me dito que Alcochete… jamais”. Os jornalistas cortaram a primeira parte e só deram ênfase à parte final da frase. E assim se constrói um boato em Portugal…

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: