Windows Vista em Saldos…

Foto de Erik Eckel

O corte de preços do Windows Vista por parte da Microsoft já vem tarde. Essa maravilha dos sistemas operativos pode ser encontrado em qualquer feira da ladra, artesanato ou barraquinha de jornal.

Aliás, quando estive no brasil no ano passado, depois das 7h da noite era possível encontrar qualquer software que se quisesse em bancas improvisadas em caixas originais (ou muito boas imitações) a preços da chuva. Tinham apenas o problema de serem traduzidos para pt-br…

Mas como o Balmer dizia que a culpa do falhanço do Vista não era da Microsoft, mas dos piratas, não sei porque é que agora decidiram baixar o preço… Talvez seja para convencer aqueles que optaram ficar pelo Windows XP a finalmente fazer o update…

Mas com estes preços… a pergunta que se impõe é “quem é que é que anda a roubar?

Em todo o caso os preços: O Windows Vista Ultimate passa nos EUA de 399$ para 319$ e o Vista Home Premium passa de $159 para $129 (versão upgrade). Esperem lá… então agora o upgrade do Vista está igual ao preço do Leopard da Apple completo? Ora bem bom… é mesmo esta descida de preços que vai impulsionar as vendas do Windows Vista.

Exciting Enterprise Features?

apple.jpg

Só uma empresa como a Apple para juntar na mesma frase “Exciting” e “Enterprise features” e a coisa realmente funcionar como se fosse efectivamente excitante… e conseguir por todos os patos, incluindo este vosso aqui, a falar do assunto…

Quack!

Software GPS para Mac OS X

Esta lista de sofware GPS para Macintosh é para orientação pessoal e está incompleta. Se souberes de algum software para MAC OS X que permita interagir com GPS, deixa um comentário neste post para ser acrescentado. A ideia é conseguir dar uso ao meu TomTom para além de andar simplesmente no carro.

ArcExplorer – Viewer para dados de sistemas de informação geográfica da ESRI.

TNTLite – Software para análise geoespacial.

MacGPSPro – Para ligação de equipamentos Garmin e Magellan ao Mac. (49.99$)

MacAPRS – Para os entusiasmados por rádio amador…

Ascent – Para quem quer manter registos das tracks por onde vai passando, quer seja ciclista, quer seja trekking. Tenho esta aplicação, acho-a um mimo… ($35)

GPSNavX – Para todos amantes de barcos. Embora também funcione em terra. Suporta a possibilidade de se ligar o radar, e obter informação meteorológica.

GPSy – Sistema para importar, exportar… Até agora um dos poucos com que consegui fazer o “pair” com o meu Bluetooth da TomTom e por a capturar dados directamente para o Mac… Óptimo para Wardriving…

GPSConnect – Freeware – Um aplicação muito simples que permite apenas obter os dados do GPS em tempo real.. Funcionou também com o meu GPS em modo NMEA…

TerraBrowser – Uma versão muito patética do Google Earth. Também se liga ao TomTom, mas não faz muito mais do que mostrar uma imagem do Tucson.. talvez a versão paga valha a pena.

Por algum motivo parvo o meu TomTom hoje não fixava os satélites… ontem funcionou lindamente… hoje… devia estar nublado e os gajos lá em cima não viam o receptor… só pode…

Youtube fora do ar…

Foto de acaben

Durante algum tempo foi impossível aceder ao Youtube… Porquê? Porque o Paquistão decidiu bloquear o acesso dos seus cidadãos ao Youtube por considerar que o site contém material ofensivo para o Islão. Já sabemos, sim, o Islão não aceita a diferença… todos a marchar, todos iguais, aqui ninguém pensa…

O pior é que, inadvertidamente, descobriram a guerra do futuro… Os ISPs na pressa de implementar a medida de bloquear o Youtube decidiram começar a propagar uma rota que redireccionava todo o tráfego do Youtube para um site que continha o aviso sobre o conteúdo insultuoso. O Youtube morreu…

Ninguém durante algum tempo conseguir aceder ao site. Os tipos do ISP do Paquistão conseguiram dar cabo do Youtube e mostraram a todos os fundamentalistas uma forma de conseguir fazer terrorismo digital. Finalmente o backbone que alimenta o Paquistão lá foi avisado e começaram a tomar medidas para que tudo volte ao normal…ou seja, amanhã já podemos ver os vídeos do John Stewart na entrega dos Oscares e para quem vive no Paquistão quer dizer “todos a marchar, todos iguais, aqui ninguém pensa”.

fonte: zdnet

Apaguem este fogo…

Foto de Hugo*

No meio da confusão que se está a tornar a guerra entre a Microsoft e Yahoo, agora começou mais um problema para Jerry Yang (CEO do Yahoo). Segundo a Reuters dois fundos de pensões de Detroit, mais precisamente os fundos da polícia e dos bombeiros, decidiram processar a direcção do Yahoo, por não aceitarem a oferta “fabulosa” da Microsoft.

Os fundos pretendem que as acções em tribunal impeçam a direcção do Yahoo de tomar medidas defensivas e também o possível negócio com a AOL ou com a News Corp. do Rupert Murdoch obrigando a direcção a reconsiderar a oferta da Microsoft.

Entretanto as acções em tribunal cresceram durante as últimas semanas depois da rejeição da OPA por parte da direcção do Yahoo, mostrando que os accionistas estão descontentes e culpam a pouca simpatia do Jerry Yang pela Microsoft pela rejeição.

Esta é a beleza da economia mundial que hoje em dia é dominada pelos fundos (sejam de pensões ou outros) cujo objectivo é exclusivamente o de conseguir 15% ao ano. Acontece que o a oferta da Microsoft é 61% superior ao valor da cotação em bolsa o que para qualquer fundo que tenha acções é motivo mais que suficiente para vender. Como qualquer fundo, o objectivo não é ser accionista, mas antes fazer os tais 15% de returns ao ano…

Nos próximos tempos penso que vamos assistir a mais situações destas de forma a pressionar a direcção do Yahoo. Por outro lado se o Yahoo conseguir um parceiro estratégico rapidamente, pode evitar mais chatices e evitar perdas maiores.

Ver ainda:

Eleições americanas

Foto de kagey_b

Já falei aqui das eleições americanas e apesar de serem mais ou menos como as nossas cá pela chafarica, tem uma coisa interessante: Tudo é proporcionalmente maior. Os gastos, os discursos, os debates, os comentários e os comentadores… Tudo se processa numa escala incompreensível para quem vê a política portuguesa pelo canudo dos mesmos de sempre, chatos, chatérrimos aliás… comentadores (já uma vez apelidados de “paineleiros”) nacionais.

Uma das questões que se coloca agora na campanha para as primárias e depois de 10 vitórias consecutivas de Obama é porque a Hillary ainda não atirou a toalha ao tapete para não prejudicar o partido. Eugene Robinson coloca a pergunta melhor que eu no artigo que escreveu para o Truthdig, pelo que aconselho a passar por lá.

Efectivamente concordo com o ponto de vista do autor do artigo, mas penso ainda que a não desistência da Clinton tem a ver com algo mais profundo nos EUA. A sua resiliência prende-se com o apoio que o seu partido lhe presta e que numa situação de equivalência preferirá a candidata que andou a preparar nos últimos 8 anos, ao novato com o novo discurso. Para além disso nas sondagens Barack contra McCain e Clinton contra McCain parece estar tudo muito equilibrado com ligeira vantagem para Barack. Contudo estas sondagens estão muito equilibradas. Caso no futuro próximo esta sondagem se desequilibre para um dos lados então o partido democrata terá que rapidamente impor um vencedor, caso contrário arrisca-se a depenar os cofres dos patrocinadores para a verdadeira campanha contra o partido republicano. Isto para além de andar a abrir feridas internas… e ninguém pense que os Republicanos vão ficar parados à espera que os Democratas se recomponham…

Guerra até ao infinito: Logotipos

dplogos.jpg

A Red Hat, enviou uma carta de C&D (Cease and Desist) ao grupo DataPortability.org exigindo a retirada do logotipo do seu site. Tudo porque segundo a Red Hat o logotipo é idêntico ao utilizado pelo Fedora, que é uma marca da Red Hat.

Ora é verdade que ambos são parecidos. Sim. Mas penso que de forma alguma são confundíveis. Para além disso a argumentação da Red Hat é a de que o símbolo de infinito é deles por já estar no logotipo no fedora, o que é algo que não é muito prático, pois iria por em causa toda a *matemática*. Por outro lado acho que é preciso repensar urgentemente este tipo de processos em que os logotipos são feitos com as iniciais do nome, uma vez que qualquer dia nem podemos dar aos nossos filhos algum nome com medo de algum processo.

Mas que os dois logotipos são parecidos lá isso são… e se a RedHat ganhar, ninguém mais vai poder utilizar um infinito a 45º