Sobre a Apple e o SDK do iPhone

Foto de bwana

A Apple anunciou hoje o SDK para o iPhone. Não vou aqui correr todos pormenores do evento mas a minha primeira impressão é que mais uma vez a Apple faz, mas só aos bocadinhos… Mas vamos por partes:

A distribuição de aplicações só pode ser feita directamente no iPhone através de uma Loja nova (App Store) ou seja a versão da Apple do Installer.App ou então através do iTunes, sendo que a Apple vai controlar todo o processo.

As aplicações vão ser assinadas digitalmente e o developer vai poder decidir o preço, sendo que a apple cobra 30%… COMO? Se o SDK permitisse desenvolver as aplicações fora dessa App Store o developer não teria que partilhar o valor da venda com a Apple, mas assim não… A Apple quer ganhar dinheiro com o desenvolvimento dos outros por muito que o Steve Jobs diga que aquilo é só para manutenção da loja.

O extraordinário é que o cobrar de uma taxa, quando dito daquela forma até parece que é um benefício que a apple está a dar aos Developers…

Open Source? Nem pensar! Pode haver aplicações gratuitas mas nada de Open Source… Isto é para fazer dinheiro.

O custo da brincadeira é que quem quiser programar para o iPhone vai largar $99 para colocar a aplicação na loja e vai andar sujeito aos caprichos da apple.

Se por um lado a loja pode dar visibilidade às aplicações, imaginem o que acontece se de repente começarem a aparecer milhares (milhões) de apps como no Facebook? Ou vai a Apple começar a rejeitar aplicações baseado apenas num número de slots possível na tal App Store?

VoIP? Aplicações de VoIP só se for quando o aparelho estiver ligado via Wi-Fi que não queremos chatear a AT&T… Primeiro defendemos os interesses dos parceiros e accionistas, só depois os clientes.

iPods? é pá, esse irmão vergonhoso do iPhone? As apps funcionam, mas preparem-se para pagar mais por elas. Quanto? Ah, isso não sabemos… Em Junho!

E ainda…

Outra coisa que me chamou a atenção… o SDK do iPhone é só lá para Junho, porque para já é apenas um Beta de 2,1Gb… e não há novidades do iPhone 3G… que pelo andar da carruagem nunca haverá…

E também não houve novos operadores, mas houve tralha para agradar às empresas através da introdução do ActiveSync e a possibilidade de utilizar servidores de Exchange… (UAU!!!, boa Mike)

Enfim, a sensação com que fico é que desde a apresentação do iPhone em Janeiro de 2007 que não houve uma apresentação em que não se fique com a sensação de que a Apple está apenas espremer a vaca até dar a última gota de leite. Não há nada de verdadeiramente excitante desde o ecrã táctil do iPhone e a verdade é que toda a imaginação que este aparelho despertou nos utilizadores, não teve uma correspondência por parte da Apple em realizar esses sonhos. Parece que se limitou sempre a correr atrás do que os que ousaram hackar o aparelho fizeram em vez de ser ela o motor de inspiração. Infelizmente.

2 Respostas

  1. […] I can’t access developer.apple.com at the moment but Levi Figueira was kind enough to upload both screenshots of the pages and the PDFs of agreements involved during a twitter discussion with me and David Rodrigues (also read his post on the iPhone SDK in Portuguese). […]

  2. […] no seguimento do anúncio do SDK para desenvolvimento de aplicações para o iPhone, gerou-se uma discussão interessantíssima no twitter (ainda precisa de uma razão para se juntar […]

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: