Ainda sobre o Tibete

A tocha olímpica anda a passear pelo mundo dos protestos. Vale a pena continuar a teimar em levar uma tocha que ninguém quer, excepto o comité olímpico, a uns jogos que todos os políticos envergonhados não vão assistir por causa dos compromissos de calendário e onde os atletas se arriscam a ser vistos como “peseteiros” em busca de dinheiro dos patrocínios?

Eles acham que sim… mas no Tibete apenas vão ver as balas da polícia chinesa.

E a última sobre o assunto é que o Tibete não é caso para se falar ou pensar. O Comité Olímpico, essa organização tão humana, avisou que qualquer atleta que leve uma bandeira do Tibete e a mostre, mesmo que seja dentro do seu quarto do aldeamento olímpico, será expulso dos Jogos ao abrigo das leis anti-propaganda.

%d bloggers like this: