Apple needs a new CEO, Tim Cook must resign.

Apple CEO, Tim Cook must resign and the company should shift towards a more aggressive development strategy. Apple at the present is just a company of incremental improvements of existing products and market expansion.

There are no new products to come. No new directions to travel. The problem…

read the full story at sixhat.net

Os números e falta de crítica!

A Mozilla no lançamento do Firefox 3, tentou um golpe de publicidade tentando bater um record do número de downloads de um software durante as primeiras 24h.

Antes, ninguém tinha feito algo semelhante e portanto o feito do Firefox será único até que outros o tentem.

Mas o mais estranho é que ouvi alguns “pseudo críticos” patetas vir a terreiro tentar aproveitar a boleia do Firefox para falar de outros softwares, tentando menosprezar o feito do Firefox. Passo a explicar:

O Firefox 3 consegui mais de 8 milhões de downloads no primeiro dia. Um feito notável para um software que tem que concorrer com o monopólio do Internet Explorer.

Uma das críticas que surgiram tentando tirar o valor a este feito foi que o Flash da Adobe tem 12 milhões de downloads todos os dias.

Isto atirado assim, parece colocar mal o Firefox. Afinal se um simples plugin consegue ter mais 50% de downloads diários em média do que o Firefox?

Mas o mais curioso destas afirmações é que normalmente não são confirmadas. São atiradas para a Web para atirar poeira e ninguém pensa um bocadinho nelas, quanto mais verificar os números.

Mas pensem assim, a Gartner estima que actualmente existem 1000 milhões de computadores pessoais no planeta. Se o Flash está a fazer 12 milhões por dia… 12 * 365 = 4380 milhões de downloads anuais. Ou seja… cada um dos computadores existentes está a instalar 4,3 vezes por ano o flash. Todos! 4,3 vezes por ano!

Isto serve de exemplo apenas. Mas a verdade é que os exemplos de falta de visão crítica são abundantes e podem dar uma visão errada de um feito ou acontecimento. O Firefox 3 com os seus 8 milhões em 24 horas é efectivamente um feito fantástico. Não há forma de o negar. A tentativa de tentar retirar dividendos para outros softwares é patético. Cabe a quem lê dar-lhe o crédito que merecem: O caixote do lixo.

E já agora, já fez download do Firefox 3?

Como juntar a excitante tarefa de armazenar sementes com podcasts no mesmo post…

svalbard-global-seed-bank.jpg
Há precisamente 2 anos foi iniciada a construção do banco mundial de sementes, ou se preferimos a “Arca de Noé Verde”. O banco foi construído no interior de uma montanha norueguesa e albergará o património genético vegetal para o futuro. Ao fim de quase dois anos, o banco abriu este ano em Fevereiro e também nós enviamos sementes para serem armazenadas no banco norueguês.

Mas concretamente o banco português de germoplasma vegetal, situado em braga, doou as sementes. A história do banco é fascinante, tanto o que me foi possível perceber pela reportagem que a TSF fez há uns meses (18 de Abril) sobre o mesmo. Ora quando procurei, foi relativamente fácil encontrar o programa chamado “Mais cedo ou mais tarde” no seu blog, mas com muita pena não foi possível encontrar arquivo áudio do mesmo. Porque é que não produzem também todos os programas em formato podcast? Não que os downloads fossem muitos, mas permitiram ser um arquivo para consultas futuras. Até podiam utilizar a secção para rádios do Archive.org se não fossem muito esquisitos com as licenças.

Alto! A terra vai ser engolida…

061229_lhc_hmed_6p.jpg
É curioso que hoje em dia se recorra ao medo e à ignorância para conseguir convencer as pessoas daquilo que queremos fazer.

A última parece ser a de um cientista americano que decidiu colocar em tribunal uma providência cautelar para que o LHC (Large Hadron Collider) não seja colocado a funcionar por receio que ele crie um buraco negro que faça desaparecer o planeta terra…

O mais extraordinário disto é: Quando a comunidade científica não suporta uma teoria, o melhor é levar a teoria a um juiz, que certamente percebe mais do assunto…

É óbvio!

Ok… Nada de novo por aqui…

A Acer vai patrocinar os jogos Olímpicos de Londres em 2012. Não é uma grande notícia, alguém teria que patrocinar, mas esperemos que o patrocínio se fique apenas pela pagamento de dinheiro e não obriguem ninguém a utilizar os seus PCs… Pelo menos para assegurar que os jogos chegam ao fim e não é preciso ficar à espera seis meses de blocos de partida quando algum avariar.