Triplo +1

Já saiu o episódio número 2 do Triplo Expresso. Desta vez com o Pedro Telles como convidado! Esta semana o tema não podia deixar de ser a análise à WWDC que decorreu na passada semana e ao estado da Apple.

Ouçam em “Apple, ‘quo vadis’?“.

Anúncios

WDDC Keynote em 60 segundos

Para quem não viu ontem a WWDC ou não está para perder 2h a rever o vídeo da Apple.

O que falta ao iPhone

O iPhone já está maduro o suficiente para e permitir algumas coisas, mas há ainda dúvidas que ninguém conseguiu resolver até agora:

1. Skype! Será que haverá uma versão para o iPhone? E isto para mim é fundamental. Ainda há pouco tempo o Skype transformou aquilo que seriam contas exorbitantes de roaming em chamadas baratas numa viagem que fiz a Paris. Enquanto não houver skype para o iPhone, este não viajará comigo para o estrangeiro levando em contrapartida um Windows Mobile que anda para aqui perdido na minha mesa.

2. Instant Messenger? Embora utilize o instant messenging principalmente no Desktop, cada vez mais o IM está a surgir em força no móvel, pelo que não compreendo como é que a apple não desenvolveu ainda um iChat mobile para o iPhone, bastaria isso e teríamos aqui um enorme caso de sucesso.

3. o GPS! Como é que se vai aceder ao sinal? Pode-se desenvolver aplicações para tirar partido do GPS ou vamos apenas estar limitados ao software que a Apple impuser? Honestamente o iPhone poderá ser uma excelente alternativa aos Garmin ou TomTom se for possível desenvolver aplicações para ele. De outra forma não vai morder os calcanhares dos grandes fabricantes.

4. Uma aplicação para bloggar? Honestamente é algo que não é nada cool. Os bloguers utilizam! Mas por outro lado os bloguers também podem não precisar dessa App para nada. Tirando os Jogos que foram apresentados (e aqui cuidado PSP) o resto foi hilariante. Desculpem mas esperemos que rapidamente pessoas como o Wil Shipley se dediquem a fazer apps para o iPhone. E ainda uma questão: Que raio de interface é que a tal aplicação para blogar vai utilizar para servir apenas para blogues do typepad? Porque não é possível integrar as interfaces do wordpress ou do Blogger ou do Livejournal? Enfim, não compreendo…

5. E os cafés? O número de variedades é tão bom como os da Nespresso? Não, claro que não é, mas por outro lado o preço é mais barato. A $199 dólares o iPhone coloca-se como imbatível e neste momento vejo o futuro do Android um pouco enublado. O Google vai ter que rapidamente tirar o Android do plano “teórico” e fazer surgir algum aparelho sob pena de ninguém mais se preocupar com a sua existência!

6. Vou comprar? Se neste instante precisasse de um telemóvel comprava o iPhone por ser completamente o melhor que há no mercado (bem, vai haver a partir de dia 11 de Julho), como não preciso de telemóvel novo… o meu Nokia vai continuar ao serviço por mais 12 meses… Ou seja eu vou acabar por comprar provavelmente um iPhone 3.0, mas se alguém estiver a pensar comprar agora… não hesite.

Ver também:

O preço do Centro e o futuro iPhone
Sobre o netbook da Apple

Onde seguir a Keynote da WWDC08

A poucas horas da keynote do Steve Jobs, todos se preparam para a seguir em tempo quase real. A verdade é que não há normalmente streams live e a única forma de saber o que se vai passando na keynote é através dos sites de notícias que vão reportando quase em directo. Eis alguns sítios onde pode acompanhar em quasi-directo.

Em primeiro lugar, no chat do Sixhat Pirate Parts, onde pode também comentar e discutir o que se vai passando no WWDC.

http://www.engadget.com/

http://twitlive.tv/

http://www.tuaw.com/wwdc08

Por cá não há, que eu saiba, ninguém a fazer uma cobertura directamente do Moscone Center, pelo que se terá que recorrer aos streams normais aí em cima. No entanto os comentários em Português vão passar pelo Twitter, certamente.

Pode também participar na discussão utilizando a caixa lateral do Meebo dedicada ao WWDC2008 enviando o seu comentário!

Se quiser juntar-se à discussão da comunidade pode entrar no Chat sobre o WWDC.

Ver também:
Apple WWDC – Porque tem que ser mais que os rumores
O preço do Centro e o futuro iPhone
Sobre o netbook da Apple
Hype Season Novamente

Apple WWDC: Porque tem que ser mais que os rumores!

iphone sdk
Dentro de poucas horas vai começar a euforia do costume. Sua santidade Steve Jobs vai fazer uma apresentação e os Ohs! e Ahs! vão começar. No entanto há algo que não consigo entender nesta euforia costumeira. A desta WWDC é a propósito do quê?

É que parece que aquilo que todos querem que surja, está mais que confirmado e é uma certeza (sim, sim estou a falar do iPhone 2.0, podem babar) . Se há um ano e 5 meses quando o iPhone foi apresentado foi novidade, porque é que agora o rumor mais que certo é razão de tanto entusiasmo? Não compreendo, mas eu estou a ficar velho e já não tenho tempo nem paciência para o iPhone. Todos sabem o que vai acontecer, a apple não esconde nada e o desenvolvimento de aplicações vai de vento em popa, pelo que se tudo segue de acordo com o plano, porquê tanto entusiasmo?

Por mim, a apresentação do Steve Jobs será interessante de seguir para perceber o que vai a Apple fazer noutras áreas. Uma delas tem a ver com o Mac Mini e a Apple TV. São dois produtos enguiçados que a a Apple precisa resolver. O mini já tem uma idade para ser avô e precisa de um bump up ou de uma substituição completa! O outro aspecto que acho que pode ser interessante é saber se a apple vai ou não reagir ao laptop de baixo custo com 10” de ecrã. Isso sim, seria excitante, embora duvide que a Apple queira entrar aqui.

E por fim é preciso perceber o que a Apple vai fazer com algumas linhas de produto. Os “cinema display” são monitores velhos e excessivamente caros. Quer a Apple continuar neste mercado? Acho que não, mas um esclarecimento ou uma clarificação seria interessante.

Quando a Apple deixou cair o “computer” do seu nome e ficou apenas “Apple Inc.” muitos torceram o nariz. Efectivamente a viragem para produtos electrónicos de consumo imediato, apesar do sucesso, tem-se revelado uma desilusão para muitos fás de longa data da marca. O Leopard é a versão do OS X que mais problemas teve até hoje. profissionais de áudio, músicos e produtores que durante muito tempo confiaram no OS X, mostram-se agora indignados com a falta de fiabilidade do 10.5.x. Talvez por isso os rumores sobre um novo OS estejam já na calha. Fala-se de um 10.6 ou “snow leopard”, algo que seria a solução para todos os males, que deixaria de produzir os chamados “fat binaries” ou “universals” que podem ser corridos em Macs PowerPC ou Intel, e permitiram ter um OS mais leve dedicado apenas ao mundo Intel. E não se pense que é a primeira vez que a Apple deixa clientes para trás, obrigando-os a fazer upgrades e mudanças.

Dentro de poucas horas, meio mundo vai ficar parado, fazendo refreshes sucessivos a alguns dos sites mais conhecidos sobre gadgets que vão estar presentes na keynote da Apple. Muitos parecem querer apenas confirmar, como Tomé, o lançamento da segunda encarnação do telefone de cristo. Eu ficarei muito desapontado se a keynote for só isso…

Veja também:
O preço do Centro e o futuro iPhone
Sobre o netbook da Apple
Hype Season Novamente

O preço do Centro e o futuro iPhone 2.0

Foto de existentist

A Palm anda pelas ruas da amargura, mas ainda se pode aprender algumas coisas com a empresa. Uma delas pode ser uma indicação para o futuro da divisão móvel da Apple.

Enquanto o iPhone foi novidade e exclusivo, o preço de aquisição foi elevado. Primeiro $599 e depois $399. E quando houver mais que um iPhone? ou se o substituto não for tão apetecível?

Uma notícia recente mostrou que o Centro, o Smartphone da Palm que custa apenas $99, e que foi lançado há um ano, tem vindo a ganhar terreno no mercado dos Smartphones americano.

Isto mostra uma tendência, ou um nicho se preferirem, onde para além da qualidade intrínseca ou perceptível (tanto dá), o preço é também importante. Nem todos estão dispostos a pagar $400 por um smartphone.

Com a WWDC a aproximar-se a passos largos, vamos acima de tudo perceber qual é a estratégia da Apple neste mercado. Vai continuar a fazer iPhones dedicados apenas ao mercado todo de gama? Ou vai também levar o iPhone até mercados que tem outros requisitos criando um iPhone Nano?

Ao contrário do Desktop onde o OS X é exclusivo (mais ou menos) de computadores Apple e onde as suas funcionalidades não são possíveis de encontrar noutro hardware, nos smartphones cada vez mais começam a surgir aparelhos que oferecem touchscreens e prometem interactividade semelhante à do iPhone da Apple. A verdade é que ainda não estão lá, mas a Apple não tem como os impedir de desenvolver produtos com funcionalidades semelhantes.

No mercado dos telemóveis a Apple não é a primeira a chegar a categoria de negócios, mas antes está a tentar entrar no feudo de gigantes como a Nokia, que vende mais telemóveis por semana do que a Apple vende iPhones por ano. Assim poderá a Apple descurar a área dos Smartphones com custo de aquisição mais baixo? Penso que não e a WWDC vai dar indicações disso.

Ver também:
Novo OS da Palm em 18 meses
google android touchscreen
Hype Season Novamente?
FAQ do Pwn do iPhone / iTouch

Hype season novamente?

Foto de niallkennedy

A apple confirmou que a WWDC 2008 esgotou os bilhetes. (Lembrem-se que se trata de uma conferência paga, para developers, não para a imprensa, embora haja sessões em que a imprensa é convidada). Isto acontece pela primeira vez e mostra todo o interesse que a plataforma iPhone está a despertar, nomeadamente no que diz respeito ao futuro, quase certo lançamento do iPhone 2.0 juntamente com o SDK.

Ora com tanta expectativa (e a apple sempre soube viver destas expectativas) pergunto se é suficiente o iPhone 3G para acalmar as hormonas de todos os que como eu esperam por novidades surpreendentes da Apple?